Quais cuidados devo tomar para reformar casa antiga?

Você deve saber que reformar casa antiga tem suas particularidades. A estrutura do imóvel costuma estar enfraquecida ou até mesmo comprometida. As condições de manutenção influenciam bastante no nível de deterioração encontrado. Para que nada saia errado, empreiteiro e empresa de reforma precisam tomar alguns cuidados com imóveis antigos.

 

Cuidado 1

Não derrubar as paredes ou evitar isso ao máximo

Como se trata de reforma e não de construção a partir do zero, a recomendação é evitar ao máximo derrubar paredes. A restauração é o caminho mais apropriado. Lembre-se de que a estrutura da casa pode ser comprometida nesse processo de derrubada de parede. Caso isso aconteça, não haverá outro jeito que não seja a demolição de todo o imóvel.

Cuidado 2

Trocar fiação elétrica

Não adianta entregar a reforma sem se atentar à instalação elétrica. A recomendação é trocá-la ou atualizá-la para oferecer todo o conforto possível aos moradores. A fiação das casas antigas tende a estar em um estado realmente precário.

Cuidado 3

Analisar parte hidráulica

O encanamento dos imóveis antigos costuma estar bem desgastado. O engenheiro responsável pela obra deve analisá-lo para evitar problemas futuros na casa recém-reformada. Como falamos em post recente, o projeto hidráulico pode ajudar você nesse processo.

Cuidado 4

Verificar se estrutura da casa suporta novo teto

É comum encontrar casa antiga com teto de madeira. Em muitos casos, por causa da ação do tempo, a madeira está estragada ou perto disso. Para substituir o teto, é preciso verificar antes se a estrutura do imóvel suporta ou aguenta materiais como PVC.

Cuidado 5

Reaproveitar tudo aquilo que puder

Não é porque você está reformando que deve quebrar ou jogar fora tudo. A lareira, por exemplo, pode ser reutilizada depois de interferências pequenas.

 

Quer adicionar algo que tenha funcionado para você ao reformar casa antiga? Fique à vontade!

Leia também o post “Por que você deve escolher forro metálico em sua obra?”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *