Como você deve limpar porcelanato para conservá-lo por mais tempo?

Muitos se perguntam o que deve ser feito para limpar porcelanato recém-adquirido sem causar danos ou comprometer sua aparência. A manutenção do piso interfere na sua durabilidade. Caso esse trabalho seja mal feito, o revestimento não durará todo o tempo previsto pelos fabricantes.

Já falamos em outras oportunidades sobre o porcelanato. Trata-se de um tipo de revestimento cerâmico adotado em áreas internas e externas. Como características principais, baixa absorção de água, uniformidade de coloração e alta resistência à abrasão física e química.

 

Limpeza diária

Deve ser realizada com o uso de detergente neutro diluído em água e panos macios. Essa regra se estende a todos os tipos de porcelanato: polidos, foscos, estruturados e esmaltados.

Sugerimos a sequência abaixo ao limpar porcelanato.

1) Ao varrer o piso, opte por uma vassoura de pelos ou use aspirador equipado com uma escova. Fazendo isso, você evita que o piso arranhe, uma das preocupações de quem trocou o revestimento;

2) Misture uma colher de detergente neutro e cinco litros de água. Use essa solução no piso com o auxílio de um pano macio;

3) Finalize a limpeza com um pano seco com álcool a fim de evitar a formação de manchas de água.

 

Primeira limpeza pós-obra

Prepare-se para fazer uma limpeza classificada como pesada. Ou seja, vai dar trabalho! Essa limpeza inicial deve ser feita em até 14 dias depois da aplicação do rejunte. O objetivo é garantir a remoção completa dos resíduos da obra, principalmente sobras de rejunte.

Siga os passos abaixo para obter sucesso nesse trabalho.

1) Enxágue o piso para retirar os resíduos de sujeira;

2) Aplique o produto voltado para limpeza pesada seguindo as recomendações do fabricante;

3) Remova a sujeira com água. Atenção: não deixe o produto de limpeza secar sobre o piso;

4) Em caso de necessidade, repita o processo.

 

O post de hoje ajudou você? Trouxe novos conhecimentos sobre como limpar porcelanato? Contamos com sua opinião!

Leia também o post “4 dicas para evitar dor de cabeça com piso riscado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *